COMPORTAMENTO

A um amor memorável

Tive que partir, mesmo doendo, pois descobri que só o amor não sustenta um relacionamento e que há uma série de coisas envolvidas. É mais do que querer ficar. É sentir-se pronto. É estar completo. É mais do que amar.

E quando me recordo dos amores que já tive — ou pensei que tive —, você se destaca entre todos eles, certamente por ter me apresentado outra forma de amar: tranquila e serena, leve e genuína.

Mas nada é tão definitivo. Sempre acreditei em algo chamado destino, que contraria completamente o acaso. O destino é como se fosse uma razão que nos leva para onde devemos estar independente das curvas desordenadas no caminho.

Pressuponho que foi por essa razão que os nossos caminhos se cruzaram e talvez seja por ela que nos reencontraremos novamente. Quem sabe você esteja com uma barba completa, um novo perfume ou até menos fanático pelos Beatles, mas ainda com o mesmo brilho no olhar e o mesmo abraço caloroso. E nós diremos um ao outro, sem nada que nos impeça, as coisas que ficaram por dizer um dia. Amaremos de uma forma diferente, provavelmente mais madura, mas ainda tão nossa.

Penso que a morada que fazemos em corações alheios é temporária e assim vivemos, migrando em busca de outros corações quando os nossos contratos vencem. Ora somos chegada, ora somos partida. Ora somos presente, ora somos saudade.

Chegou a minha hora de ir e só te peço para que cuide do espaço que ocupei um dia. Talvez eu encontre um novo coração para ser inquilina ou talvez eu descubra que nenhum outro se compara ao aconchego do seu.

large (33)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s