COMPORTAMENTO

Se não agora, quando?

O que fazemos com os nossos sonhos quando não estamos buscando realizá-los? O que realmente nos impede de ir atrás da concretização do que tanto almejamos?

Como já dissemos por aqui, sempre foi um sonho nosso ter o blog, mas até ele realmente ser criado, foram muitos desafios. Desafios pessoais mesmo, vencer as nossas próprias limitações. Além de dificultarmos ainda mais os empecilhos do percurso, nós criamos novos e, por conta disso, passamos a utilizar a desculpa de que “agora não é a melhor hora”. E durante algum tempo esse foi o nosso pensamento.

É como se estivéssemos sempre esperando as condições ideais para começarmos, como se elas existissem. Isso não se encaixa só no sonho do blog, mas em todos os outros que temos. Quando reconhecemos que enquanto vivêssemos repetindo aquela desculpa, nunca sairíamos do lugar, as coisas mudaram. Nós descobrimos que a forma como damos o passo inicial não interfere, o importante é que ele seja dado.

Percebemos que estávamos deixando os nossos sonhos de lado e passamos a viver os dos outros. Antes que você se pergunte: como assim? Vamos explicar. Nesse mundo atual em que as pessoas expõem a sua vida na internet, nós acompanhamos muitas delas e ficamos tão entretidos com o que elas estão vivendo, com as suas conquistas, que acabamos esquecendo-se das nossas. Veja bem, não estamos dizendo que não devemos ter inspirações, elas são necessárias para a nossa motivação. A questão é que nós também gostaríamos de estar vivendo aquilo, ter um estilo de vida semelhante, mas deixamos isso bem guardadinho dentro de nós e preferimos ficar acompanhando por atrás das telas.

Nos demos conta de que estávamos ressaltando apenas o sucesso de quem já está no topo e assim, nos sentindo incapazes. Isso acontecia porque estávamos olhando só para o presente e ofuscando o início, onde também houve dificuldades e desafios.

Hoje sabemos que ninguém está livre de passar por isso, afinal, faz parte do trajeto. Tem uma frase incrível que diz: “Fomos educados para alcançar resultados e não valorizar os processos”, o que é uma verdade bem dura. Nós queríamos chegar lá, mas não queríamos vivenciar as quedas do início.

Esquecemos de que, todos que atingiram o que queriam e que se sentem realizados atualmente, já se sentiram pequenos um dia. A diferença é que mesmo com todas as inseguranças, decidiram seguir em frente e mudarem suas vidas. É claro que as oportunidades facilitam o caminho de alguns, mas todos chegarão no seu próprio tempo. Guarde isso com carinho: seja qual for o seu sonho, não o deixe para depois.  

2 comentários em “Se não agora, quando?”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s