ENTRETENIMENTO

10 lições que aprendi com o filme “Comer, Rezar e Amar”

que aprendi (15).png

O filme “Comer, Rezar e Amar”, baseado no livro escrito por Elizabeth Gilbert, retrata a história de Liz, uma mulher de 30 anos que está tentando enfrentar as suas confusões internas. Ela sente um vazio que não pode ser preenchido com superficialidades, pois é algo espiritual. Liz, cansada de seu casamento desgastado e da sua vida sem surpresas, resolve abandonar a sua zona de conforto para explorar o mundo e a imensidão que há dentro de si.

A cada vez que eu vejo esse filme, me surpreendo por ter uma visão mais ampla sobre tudo, porque consigo extrair as lições de acordo com a situação em que me encontro na minha vida pessoal. Resolvi então compartilhar os maravilhosos ensinamentos que aprendi.

1. As respostas que buscamos estão dentro do nosso coração.
Às vezes pedimos ao Universo para que nos apresente de toda forma uma solução para os nossos problemas, mas parece que nada acontece. Quando finalmente paramos de tentar achar as respostas e seguimos a nossa intuição, elas surgem com clareza e objetividade.

2. Nunca é tarde para aprender algo novo.
Quantas vezes desejamos aprender algo novo, mas pensamos que o nosso tempo passou? Como se realmente existisse uma faixa etária ideal para desenvolver uma habilidade artística, aprender um idioma novo ou qualquer outra coisa que nos faça feliz.

3. A importância de acreditarmos em algo Superior.
Eu, particularmente, creio que para vivermos em plenitude, precisamos ter uma base que nos traz força, nos ilumine e nos transcenda. Quando nos apoiamos em algo maior do que nós mesmos, não há o que temer.

4. A sintonia num relacionamento amoroso é primordial.
Para que um relacionamento dê certo, os dois precisam estar no mesmo momento, tendo metas parecidas ou até iguais. Muitas vezes, isso acaba se perdendo no meio do caminho e o foco de um já não é mais compatível com o do outro.

5. Quando ficamos para não magoar a outra pessoa, acabamos nos sufocando.
Sabe quando sentimos que o nosso coração chegou ao seu limite, mas não queremos acabar para não fazer o outro sofrer? O que acontece é que, no fim, quem acaba sofrendo ainda mais somos nós, porque morremos todos os dias vivendo um amor que não nos traz prazer.

6. Um amor não cura o outro.
Quando saímos de uma relação conturbada, o tempo é o nosso melhor remédio.  Tempo para refletirmos sobre os nossos erros e nos reconstruirmos. Antes de sairmos nos entregando de corpo e alma a um novo amor, devemos nos certificar de que o nosso coração foi finalmente curado, não por outra pessoa, mas por nós mesmos.

7. Estarmos abertos às novidades é viver.
Penso que a única forma de não perdermos o completo encanto pela vida, é buscando nos maravilhar com coisas novas, sejam elas novas amizades, novos sabores ou novas aventuras.

8. O perdão é libertador.
O perdão é a única forma de nos libertamos de um sentimento doloroso para conseguirmos progredir. É como se fosse o que falta para nos desamarrarmos daquilo que nos traz tristeza.

9. Todos que passam pelo nosso caminho têm algo para nos ensinar.
Ninguém cruza o nosso caminho por acaso, todos vêm para lapidar o nosso ser. Sejam lições grandes ou pequenas, algo em nós fica registrado cada vez que alguém passa pela nossa vida.

10. Devemos nos permitir amar outra vez.
Os traumas passados não devem ser motivo para fecharmos definitivamente as portas do nosso coração. Se o amor chegar outra vez e nos sentirmos prontos para recebê-lo, podemos abriga-lo, sem medo, na parte mais bonita do nosso peito.


Reserve um tempinho para apreciar este filme, ele têm tantas coisas maravilhosas para te ensinar também, garanto que valerá a pena.

Até a próxima!

2 comentários em “10 lições que aprendi com o filme “Comer, Rezar e Amar””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s