PESSOAL

Minha experiência com o Roacutan

Quando eu comecei o tratamento com o Roacutan – para quem não sabe ele serve para o tratamento de acne –, eu pesquisei muito sobre o medicamento e relatos de pessoas que já tinham tomado, isso me ajudou muito a esclarecer várias dúvidas que eu tinha. Hoje eu vou deixar registrada aqui a minha experiência, para que contribua de alguma forma para você que está começando agora.

Eu sofria muito com a acne, ela destruiu a minha autoestima por muito tempo. Não era uma espinhazinha ou outra que saía no período menstrual, eram várias e principalmente internas, localizadas nas bochechas. Cansada de me olhar no espelho e detestar o que eu via, pedi para minha mãe me levar ao dermatologista. Caso você tenha interesse em começar a tomar o medicamento, você precisa buscar um dermatologista, ele vai avaliar em qual estágio a sua acne se encaixa e vai ver se é necessário mesmo tomar o roacutan, visto que é muito forte e com vários efeitos colaterais.

Na primeira consulta – sim, foram várias, eu visitei o consultório todo mês – ele analisou o meu caso e autorizou o uso do medicamento. Em seguida, explicou tudinho o que eu precisava saber e me encheu de papelada para que eu e a responsável por mim, no caso a minha mãe, assinássemos como forma de registro de que a gente estava ciente de tudo o que poderia acontecer. Eu não poderia ingerir álcool, deveria evitar o máximo de fritura possível, beber muita água, sempre usar protetor solar e não aplicar maquiagem.

Eu comecei tomando 20mg, um comprimido por dia, na caixinha vem certinha a quantidade para um mês. Na segunda consulta ele já aumentou para 40mg, ou seja, dois comprimidos por dia, e assim fomos até o quinto mês.

Quanto aos efeitos, pensei que seria muito pior de acordo com o que eu lia na internet. Fica a dica aqui: não acredite em tudo o que você ler, cada organismo tem a sua forma de reagir. O que realmente aconteceu comigo foi o ressecamento dos meus lábios, do meu cabelo (que por natureza é bem oleoso), do meu nariz e do meu rosto por completo, claro. Não faça a loucura que eu fiz de querer fazer depilação com cera durante o tratamento, isso é muito sério. A minha pele ficou em carne viva e tive que viver passando pomada.

3 mês (1).png

O medicamento deixa a pele seca e tira aqueles caroços, porém não é responsável por tirar manchas e marcas. Depois de 5 meses o tratamento com o roacutan acabou, mas vou iniciar outro, um que tem função mais estética.

3 mês (2).png

Posso dizer que foi um período de muitas expectativas e que gostei muito do resultado. O roacutan agiu exatamente como o dermatologista tinha me dito que agiria. Peço desculpas por não ter fotografado todos os meses, tudo passou tão rápido que acabei esquecendo. Enfim. Agora é uma nova fase e que com certeza terá relato aqui no blog.

Até a próxima!

2 comentários em “Minha experiência com o Roacutan”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s